Carta aberta de uma feminista à Igreja Católica (Crônica, irônica, de um católico, obviamente, anti-feminista)

Vocês acham que eu vou à igreja? Nem posso sentar no chão que vão me olhar como se fosse um animal! Preciso sentar no banco, me comportar, ficar quieta, oras! Não é o meu espírito que importa? Qual a diferença de estar sentada, de quatro em cima do altar, ou fazendo pole dance na cruz de procissão? Qual a diferença sendo que Deus só olha o meu interior?

Me sentar como menina? Quem é você pra mandar nos meus modos? Um mensageiro do criador do universo? Eu obedeço a mim somente! Ninguém interfere na minha vida. Quem melhor do que eu para me dar ordens?


E se eu me sentir melhor assim, quem são vocês para me julgarem? Hipócritas! Dizem ser tolerantes com a liberdade dos outros, mas nem para considerar que fico muito mais feliz e confortável estando nua, mas não, eu preciso vestir roupas para estar na igreja... Quanta asneira!!! Deus, se quiser, pode me ver sem roupa, qual o sentido de usar roupas? Por acaso a igreja foi feita para os homens ou para Deus? Para quê me preocupar com (a salvação d)os outros sendo que é com Deus que devo falar?

Eu não preciso de comunidades e igrejas, converso com Deus diretamente! Vou à alguma floresta, fumo uns cogumelos que o próprio Deus criou e totalmente à vontade converso com meu criador. Isso sim é conexão!

Ficar repetindo orações vazias? Ha! Não sou idiota. Eu mesma sei o que digo, e digo tudo o que penso, porque não preciso de vida dos santos nem teologia das elites, sim, tudo isto é invenção de mentes burguesas a fim de limitar o conhecimento somente aos favorecidos, e os pobres, ah os pobres! Ninguém liga para eles! A igreja domina os pobres com historinhas fantasiosas, com um céu inalcançável onde “jorra leite e mel”.
Não se lembram os senhores de como Jesus conversava humildemente? Não inventava teologia, mas contava parábolas!
E toda essa vaidade nas igrejas? Vaidade, pura vaidade humana imitando o divino, enganando os mais fracos com ouro roubado, sim, ouro que roubam dos pobres mendigando dinheiro dos ricos!
Quantos pobres ajudam com suas igrejas? Já ouviu falar dos orfanatos feministas? (Não existem) Estes sim ajudam as pessoas! Estes sim salvam vidas!
E as famílias que precisam de cestas básicas, por acaso a Igreja ajuda? Hum? Se tivessem aderido ao socialismo aí sim, neste momento, já não teria mais fome e pobreza, assim como na Venezuela, onde é pregado o amor e respeito a todos, inclusive às religiões, e não tem doutrinação Marxista, você escolhe o que quer ser, com igualdade e respeito, ninguém te força a nada; Seus antiquados, retrógrados!
E a inquisição, hein? O que tem pra me dizer, hein?
Eu não sei nada de história, mas e a inquisição, o que me dizem?? Seus hipócritas!

Compartilhe:

0 comentários